As velas e as suas energias

Desde a antiguidade, utilizamos as velas não apenas para iluminar nosso mundo físico, mas para rituais, para iluminarmos nossa alma, nosso espirito, sempre como um sinal de respeito pra alguma divindade ou força da Natureza.

Não são apenas o Reiki Elemental que utilizam as energias Ígneas nos seus campos de atuação, vejamos por exemplo algumas correntes do Reiki Usui e Tibetano, a do Kundalini Tantra Reiki, a do Reiki das Chamas Sagradas, a dos Sete Raios etc…

Os chakras podem e devem ser desbloqueados, equilibrados e reenergizados com o auxílio de pedras e cristais, mas esses trabalhos também podem ser auxiliados quando executados com velas ou com uma combinação dos mesmos!

As velas são ígneas, manipulam energias pela vibração das suas chamas, que refletem as suas cores e contém os 5 elementos:

  • Fogo

  • Ar

  • Água – na vela derretida

  • Terra – na cera

  • O espirito é a vontade de quem as acende

 

Se nas pedras, cristais e minerais os Elementais da Terra, os Gnomos, Elfos e Trolls e outros que nos auxiliam nos trabalhos, nas velas são as Salamandras que nos ajudam, manipulando e transmutando as energias negativas:

 

 

Basta acendê-la, acrescentemos nossa afirmação mental juntamente com os yantras e mantras específicos, fazendo um sanduiche de símbolos no corpo da mesma, desenhando-os com lápis ou com a ponta dos nossos dedos, juntamente com o nome do receptor.

 

Acrescente os yantras das suas outorgas ao ativa-la!

Nunca esqueça que a vela ilumina primeiro quem a acende. Isso nos mostra que aquele que faz o bem para os outros será o primeiro a ser iluminado.

 

 

Jamais acenda ou ative uma vela para o Mal, ele retornará a você, mais cedo ou mais tarde, nessa ou em outra vida, amplificado e devastador.

 

É a Lei da Ação e Reação, da Causa e Efeito e ninguém, absolutamente ninguém está acima delas!

 

Nas velas perfumadas, os aromas permitem que a cor se some à força que imprime cada essência. Os aromas atuam sobre nosso sistema nervoso, inclusive estimulam as distintas funções do organismo a nível sensorial e extra-sensorial. 

As Salamandras, como os demais Elementais do Fogo,  são as responsáveis pela conversão da matéria em decomposição no solo fértil.

 

Alguns dos Elementais do Fogo vivem na região mais interna da Terra, enquanto que outros vivem no cinto de elétrons ao redor do Sol.

 

Muitos trabalham nas esferas internas, o lugar onde as consciências permanecem entre as diversas encarnações, alguns chamam essa dimensão paralela de inferno, Umbral, Bardo etc, mas basicamente são dimensões paralelas negativadas, criadas pelo Mental e Emocional das pessoas ao longo dos milênios, e são verdadeiras prisões para quem lá habita.

As Salamandras, os Vulcanos e as Flamas são os Elementais do Fogo e têm características semelhantes: são poderosos, dinâmicos, brilhantes e ardentes. Nunca ficam em um lugar, pois, estão em contínua transformação e em um movimento de adoração; são inteligentes e valorizam a sua liberdade e independência.

As Salamandras ou espíritos do fogo habitam o subsolo vulcânico, os raios e fogos. E esse é o nosso ponto de interesse: as chamas das velas!

Elas podem atuar como espíritos de inspiração, mediadores entre o mundo angélico e os níveis físicos de criação, ou seja, podem agir como musas inspiradoras.

As Salamandras protegem um tipo poderoso e indestrutível de energia, que pode ser de acordo com sua intensidade e força: intenso amor, unidade, iluminação, felicidade, alegria; ou a violência, raiva e vingança.

Na foto abaixo, tirada em um dos nossos Círculos de Reiki, veja a atuação das Salamandras, obedecendo  a várias linhagens nas quais tenho outorga. A vela preta é para absorver as energias negativas, é a vela para o aterramento e para o chakra Patala, que se localiza nas solas dos nossos pés, e a violeta é a Chama Sagrada de Saint Germain, um dos Mestres Ascensionados que suportam o Kundalini Tantra Reiki, transmutando a energia negativa.

Observa as colunas de parafina se unindo, para a transmutação:

As Salamandras, os Elementais nas chamas das velas

Reequilibrando e Energizando Chakras

Para energizar um chakra específico, acenda uma vela da cor correspondente ao mesmo, devidamente ativada:

  • Raiz: Vela vermelha

  • Esplênico: Vela laranja

  • Plexo Solar: Vela amarela

  • Cardíaco: Vela verde

  • Laríngeo: Vela azul turquesa

  • Frontal: Vela azul marinho

  • Coronário: Vela violeta

  • Aterramento: Vela preta

 

Para eliminarmos a negatividade de um determinado chakra, use vela de duas cores, a do chakra que está sendo tratado e preta, para levar as energias negativas do mesmo para serem aterradas no planeta. Caso não consiga uma vela com as características que deseja, basta acender duas, uma da cor do chakra e outra preta:

  • Raiz: Vela vermelha com base preta:

  • Esplênico: Vela laranja com base preta

  • Plexo Solar: Vela amarela com base preta

  • Cardíaco: Vela verde com base preta

  • Laríngeo: Vela azul turquesa com base preta

  • Frontal: Vela azul marinho com base preta

  • Coronário: Vela violeta com base preta

  • Aterramento: Vela preta

 

 

Demais velas

 

Podemos fazer nossas próprias velas, com as ervas que nos interessam. Podemos utilizar velas de outras cores, para ativarmos energias específicas. Abaixo, algumas delas:

Açafrão: Abundancia, acelera o aprendizado, hospitalidade, iluminação, mudanças, controle emocional, aumenta a confiança, clareia o pensamento, poder intelectual, viagens, unicidade, sorte, remove pensamentos negativos, auxilia na clarividência.

Azul claro: Limpeza energética, traz a constância, paciência, paz, tranquilidade e transcendência, acalma, intui, lealdade, meditação, saúde, prosperidade, espiritualidade, harmonia, felicidade, transcendência, compreensão, devoção.

Azul escuro:  Além de cura, busca da verdade, da inspiração e da proteção psíquica.

Bege: Conforta, para atuar com discrição em um problema, modéstia, para atingir a neutralidade ou naturalidade, praticidade, sutileza, versatilidade, com equilíbrio. Pacifica a mente e auxilia a busca, a visão do guardião pessoal.

Bronze ou cobre: Equilíbrio, ativadora de negócios, para promoção no emprego, crescimento profissional. Promove a liderança, riqueza material, sorte, paixão, sucesso nos negócios, proteção, amizades e relacionamentos afetivos.

Cinza: Conscientização, responsabilidades, solidez, sofisticação, desapego, maturidade, profissionalismo. Desperta a humildade, intuição, elimina maus hábitos, anula ou cancela situações complicadas e problemas, remove duvidas, equilibra, Banimento sem efeitos kármicos, elimina tristezas, confusões, incertezas, neutraliza e remove energias ou influencias negativas.

Coral: Abundancia, desejo, flexibilidade, intimidade, força vital, modéstia, conforto físico, atrai a alma gêmea, acalma, promove a restauração, rejuvenescimento, unidade, amizade, inspiração, firmeza de propósitos de uma maneira sutil, suave. Sanidade

Dourada: Sucesso, riqueza, entendimento, intercessão cósmica, intuição, persuasão, charme, confiança, sorte rápida.

Dourada: Sucesso, riqueza, entendimento, intercessão cósmica, intuição, persuasão, charme, confiança, sorte rápida.

Lavanda: Cura, paz mental, protege, romance, sentimental, compaixão, intuição, espiritualidade, entendimento, amor, tranquilidade, inspiração, intuição, clareza mental.

 

Marrom: Use para aterramento e em rituais para ganhos materiais, elimina a indecisão, fortalece a concentração, expande o sucesso financeiro, aprendizado, telepatia, percepção extra-sensorial, protege os animais, equilíbrio, use para encontrar objetos perdidos.

 

Pêssego: Promove a restauração e o rejuvenescimento. Deseja suavidade e gentileza em um problema? É o Elemental indicado.

Prata: A vela prata trabalha com a energia yin, lunar, traz a estabilidade, a vitória, removendo a negatividade, repelindo a destruição, o cancelamento das ações, removendo o estado de neutralidade e obstáculos, desenvolvendo a capacidade de meditação e habilidade psíquica.

Rosa, vermelho claro, pink: Relacionada com a afeição, compaixão, delicadeza, gentileza, inocência, romance, reduz a fragilidade, nostalgia. Juventude, sutiliza, ternura são associadas a essa energia.  Compaixão, união, afeto, amizade, união ou parcerias, honra, humor, perdão, perseverança, maturidade emocional, devoção, moralidade, paz, romance, amor próprio, sensibilidade, despertar espiritual e curas, estabilidade, força, feminilidade são outras características e usos.

Turquesa, esmeralda, azul petróleoCompaixão, confiança, frescor, serenidade, sofisticação, atrai o amor, clareia a mente, fertilidade, criatividade, sorte, logica, meditação, originalidade, melhora as relações pessoais, perspicácia intelectual e intuitiva.

 

Vinho: Desperta a criatividade, a inteligência, a sensualidade, reforça as expressões, paixão, felicidade, respeito, calor humano, sexo, coragem, use para enviar ajuda e amor para os animais.

 

Métodos de Programação e de Consagração

Para um reikiano, as energias ígneas das velas atuarão nos limites das suas outorgas, ou seja, no nível 1 ela atuará na pessoa, presencialmente. No nível 2, atuará no presente, passado ou futuro, presencialmente ou á distância, nessa ou em outra dimensão, mas sempre eu uma pessoa, objeto ou evento, enquanto que nos níveis 3A e 3B, atuarão em uma escala planetária.

Atuam em escala planetária, mas com um nível muito mais intenso de energia se o Mestre for um Mestre Elemental ou Mestre Kundalini Tantra.

Ative suas outorgas para consagra-las e energiza-las depois de acesas!

A programação complementa a energização das velas, ao determinar o  propósito e como devem ser programadas para uma finalidade específica. Para isso, escolha um lugar calmo e tranquilo, de preferência longe dos ruídos que distraem a sua atenção e mantenha-os em sua mão dominante.

 

Coloque as velas em frente sua testa, feche os olhos. Visualize com muita convicção que somente bons pensamentos, cheios de energia positiva estão sendo transferidos para elas, carreganda-os completamente, enquanto diz mentalmente algo como:

 

"Esta Vela vai   <   diga o que essa vela irá fazer.... > ."

As reticências devem ser substituídas pelo nome da doença (física, mental, etc.) que quer tratar. Este ritual deve durar pelo menos 10 minutos, no entanto, se for interrompido, deve ser reiniciado.

 

A interação entre uma vela e uma pessoa ocorre na dimensão em que a energia é mais sutil. As emanações das energias da vela atuam no campo da aura humana, os chakras as absorvem e distribuem em todos os Nadis e, posteriormente, será transformada em energia mais densa, que entrará no corpo físico.

Mestre Elemental - A Magia das Energias

As velas, os cristais, pedras e metais contém um microuniverso dentro de si, cada um com um “plano dimensional”, que ao longo dos milênios, denominamos de Elementais.

São esses seres que estão por traz das energias emanadas por cada uma das velas relacionadas nessa seção e além deles existem os elementais que guardam as plantas e colhem suas essências plasmáticas, que são amplamente utilizados em benzimentos, banhos e defumação.

O que poucos sabem é que esse Universo está ao nosso alcance!

Podemos “plasmar” todas essas energias, nos conetando e pedindo o amparo e apoiando esses seres, juntamente com os demais elementais que conhecemos, os Elementais do Ar, as fadas, os Elementais da Terra, gnomos, duendes, etc., os Elementais das Águas, as ondinas, tritões sereias, nereidas etc., os Elementais do Fogo, as salamandras, os flames etc. Até podemos pedir a interseção dos Logus Planetários, os Elementais Planetários.

Mas como conseguir isso? Como ampliar a atuação das energias das pedras, cristais, ervas, velas, etc.? Como o Reiki interage com esses seres?

É muito simples! Seja um Mestre Reiki Elemental! É pura Magia! Estou te esperando!

Saiba como aqui mas enquanto isso, curta nossa pagina no Facebook

Significado das chamas das velas

O comportamento das chamas e os padrões que as velas derretidas formam, nos dizem muitas coisas, basta ficarmos atentos as suas mensagens.

 

O importante é a nossa conexão com as Salamandras, os Elementais nas chamas das velas. São elas que nos auxiliam nas transmutações ou eliminação de formas—pensamento e formas-sentimentos negativadas, as larvas astrais e mentais.

 

Realizam verdadeiros prodígios e é muito importante nos harmonizarmos com esses seres, que sempre estão prontos, a nossa espera para colaborar nas nossas atividades para o Bem comum.

 

As velas têm a sua própria linguagem, que dependem da forma da sua chama, do seu tamanho, dos movimentos e da cor da chama. 

 

A seguir, alguns dos significados, mas leve em cnra a qualidade do seu fornecedor das mesmas, do lote de fabricação etc:

 

  • O pavio forma figuras como uma flor, um coração, as asas se um anjo etc: sempre é um bom sinal, de que você está conectado e amparado.

 

  • Vela que não acende prontamente: dificuldades de ancoramento, o plano astral está poluído, refaça o aterramento, a bolha, "limpe" o ambiente antes.

 

  • Chama Azulada: seu pedido terá algumas mudanças, é preciso paciência, pois a realização de seu desejo já está à caminho. É um bom sinal.

 

  • Chama Amarela: sua felicidade está próxima.

 

  • Chama Vermelha: seu pedido está sendo realizado.

 

  • Chama Brilhante: você está tendo êxito em seu pedido. O desejo ser-lhe-á concedido com muita segurança e sem obstáculos.

 

  • Chama que levanta e abaixa: pode ser um alerta de que você está pensando em várias coisas ao mesmo tempo, que sua mente está tumultuada. Caso esteja sereno, é um claro sinal de que seu pedido está sendo levado e que foi aceito.

 

  • Chama que solta fagulhas no ar: será colocado alguém no seu caminho para comunicar o que você deseja. Poderá ter algum tipo de desapontamento antes do seu pedido ser realizado. Antes do seu pedido se realizar, você sofrerá algum pequeno aborrecimento.

 

  • Chama que parece um espiral: seus pedidos serão alcançados, a Salamandra já está levando sua mensagem. Mas, cuidado, não faça comentários de seus desejos, pois tem gente por perto querendo atrapalhar os seus pedidos.

 

  • Pavio que se divide em dois: seu pedido foi feito de forma duvidosa, tente novamente.

 

  • Ponta do pavio brilhante: sorte e sucesso no seu pedido.

 

  • Vela que chora muito: dificuldades em realizar o seu pedido. Aterre-se, se reenergize e refaça o ritual.

 

  • Sobra um pouco de pavio e a cera fica em volta: mande mais energia para a vela, estão pedindo sua atenção e ajuda.

 

  • A vela apaga depois de acesa sem ter vento por perto: irão lhe auxiliar na parte mais difícil do pedido, o resto cabe a você resolver. Acenda mais duas velas, para reforçar o pedido.

 

  • Chama que se apaga várias vezes sem motivo: Esta é uma mensagem bem clara; o ritual deve ser interrompido nesse momento e repetido mais tarde.

 

  • Chama enfraquecida: é preciso reforçar o seu pedido.

 

  • Chama que permanece baixa: Indica que você não está bem, e há necessidade de elevar rapidamente o seu astral.

 

  • Chama que vacila: indica que o pedido se realizará, mas antes ocorrerá alguma transformação necessária.

 

  • Quando se acende mais de uma vela e uma das chamas está mais brilhante do que as outras: Indica boa sorte.

 

  • Quando se acende mais de uma vela e, todas as chamas estão altas e brilhantes: erga as mãos para o céu e agradeça pela benção que está recebendo em seu pedido.

 

  • Quando a vela queima por inteiro: seu pedido foi plenamente aceito.

 

  • Quando a vela forma uma espécie de escada ao lado: indica que seu pedido está se concretizando.

 

  • Quando a vela termina de queimar e sobra cera esparramada no prato, sem queimar: existem energias negativas e obstáculos à concretização do seu pedido atrapalhando. Quando terminar de queimar, então acenda outra e agradeça aos seus Mentores.

 

  • Chama Nítida e Crescente: O pedido que fez será concedido, e de uma forma inesperadamente rápida.

 

  • Chama que emite fagulhas: Significa que o pedido não está a ser bem recebido.

 

  • Chama que emite demasiada fumaça: Alguns problemas surgirão, mas a sua petição foi ouvida.

Foto da vela de um Ritual para rompimento de Cordões Energéticos Negativos, feita por uma aluna.

Observe a imagem criada pela parafina, nota-se a figura de um Mestre, ou Anjo, com as mão para cima, abençoando o ritual. 

Quanto as respostas a questionamentos

 

  • Abandono: A chama arde com debilidade e apaga-se frequentemente.

 

  • Abatimento: A chama arde mas fica muito baixa, por vezes parece que chora.

 

  • Aceitar: A chama é nítida e cresce.

 

  • Adiar: A chama arde com debilidade e o seu tamanho pode diminuir.

 

  • Algo vai demorar?: A chama arde debilmente; seu tamanho pode diminuir.

 

  • Amor: a chama pega na primeira tentativa, é nítida e sobe com força quando o amor vai ser correspondido.

 

  • Aprovar: a chama é nítida e cresce no sentido ascendente.

 

  • Autorizar: A chama é nítida e cresce.

 

  • Casamento: a chama pega bem, dobra de tamanho visivelmente e, em certas ocasiões, observa-se que a ponta do pavio é mais brilhante.

 

  • Confirmar: A chama é nítida e dobra de tamanho com rapidez.

 

  • Comprar: a chama é nítida e cresce quando anuncia uma boa compra.

 

  • Curar: A chama é nítida, pega na primeira tentativa e dobra de tamanho.

 

  • Desejar: A chama dobra de tamanho. É nítida quando a ambição é sadia.

 

  • Desistir: A chama é baixa e pode até chegar a apagar.

 

  • Diminuir: A chama diminui de tamanho e se chegar a apagar, anuncia perdas muito graves

 

  • Doença ou Dor: A vela chora, desprende uma fumaça escura e espirra.

 

  • Enganar: a chama desprende fumaça escura, espirra e, às vezes, se apaga.

 

  • Esperar: A chama arde com debilidade e o seu tamanho pode diminuir.

 

  • Êxito: a chama dobra de tamanho, é nítida e na ponta do seu pavio vislumbra-se uma cor mais brilhante.

 

  • Fama: A chama aumenta de tamanho e é muito nítida.

 

  • Fazer um pacto: A chama aumenta de tamanho pressagiando bons negócios.

 

  • Felicidade, Filhos e Gravidez: A chama aumenta de tamanho e a ponta do pavio adquire uma tonalidade mais brilhante.

 

  • Infidelidade e Sofrimento: A vela chora, larga uma fumaça escura ou espirra.

 

  • Infortúnio: a vela chora, desprende fumaça negra ou espirra.

 

  • Legalização: A chama cresce nitidamente

 

  • Luta: A vela espirra

 

  • Luto: a ponta do pavio acumula cera. A vela se apaga anunciando a morte próxima. A vela chora ou desprende fumaça negra.

 

  • Mentiras: A chama solta chispas ou desprende fumo escuro.

 

  • Mudanças: A chama é nítida e cresce, se a mudança for boa. Se for negativa, a vela chora e a chama é fraca e sem brilho.

 

  • Negar: A chama arde debilmente e oscila.

 

  • Paciência ou Perdoar: A chama arde nítida, mas não cresce.

 

  • Partir: A chama arde nítida e se crescer está a pressagiar uma boa viagem.

 

  • Perder: A chama larga uma fumaça negra, diminui de tamanho e geralmente apaga-se.

 

  • Precipitar: A chama espirra

 

  • Recair: A chama diminui. A vela chora.

 

  • Remediar, Resolver e Renovar: A chama cresce nítida.

 

  • Romance: A chama pega logo à primeira tentativa, é nítida e sobe com força quando o amor vai ser correspondido.

 

  • Romper: A vela espirra, desprende um fumo escuro e apaga-se.

 

  • Roubo: A chama desprende chispas, fumaça ou move-se em espiral.

 

  • Sangrar e Tristeza: A vela chora.

 

  • Saúde: A chama é nítida e o seu tamanho vai aumentando.

 

  • Sorte: A chama cresce no sentido ascendente, de forma muito rápida.

 

  • Solidão: a chama arde débil e, às vezes, a vela chora.

 

  • Suicídio: a vela chora e se apaga.

 

  • Tragédia: a chama se move em forma de espiral, espirra, desprende fumaça e, em certas ocasiões, pode se apagar.

 

  • Traição: a chama é fraca e espirra ou desprende fumaça negra. Às vezes, a vela chora ou se apaga.

 

  • União: A chama pega bem, dobra de tamanho, e por vezes, a ponta é muito brilhante.

 

  • Vencer: A chama dobra de tamanho, é nítida e na ponta do seu pavio vislumbra-se uma cor mais brilhante.

 

  • Vender: A chama é nítida e cresce quando se trata de uma boa venda.

 

  • Vício: A chama desprende uma fumaça escura e a vela espirra.